Como usar as Pomadas para Curar Candidíase

Existem pomadas para curar candidiase que são específicas e devem ser usadas rigorosamente sob prescrição médica para garantir os resultados positivos. A candidíase é um problema comum entre as mulheres, e que causa muito desconforto, ardência, dor, coceira, e corrimento esbranquiçado.

Existem para este fim as pomadas fungicidas que tem o objetivos de combater os fungos que são microorganismos causadores do problema. Estes fungos são naturais na flora vaginal, mas quando a imunidade da mulher baixa,

pomadas para candidiase
acontece uma proliferação descontrolada destes, causando a irritação da região vaginal, tanto interna como externamente.

Porque usar a pomada e a consulta médica

O uso de pomadas fungicidas ajuda a equilibrar estes microorganismos, voltando tudo ao normal novamente.

Antes de você pensar em usar uma pomada desta natureza, é importante você consultar um médico ginecologista que lhe dará o veredito exato sobre o problema, o que usar e como usar. Além da pomada existe também a possibilidade de tomar comprimidos que podem ser em dose única ou em tratamento que pode durar até 3 dias, dependendo do medicamento.

No caso da pomada é importante a mulher saber que esta deve ser usada em toda a região genital interna e externamente. E mesmo que os sintomas desapareçam, é importante continuar o uso do medicamento pelo tempo determinado pelo médico.

A pomada vem com um aplicador que deve ser usada da seguinte maneira:

  • Lave a região íntima e as mãos e seque-as. é preciso retirar toda a sujeira e vestígio de pomadas anteriores ou peles descamadas.

  • Acople o aplicador ao tubo e encha este aplicador.

  • Deitada sobre a cama e com as pernas dobradas, coloque o aplicador com cuidado dentro da vagina o mais profundo possível, vá apertando e a medida que vai apertando vá puxando vagarosamente para aplicar em toda a extensão da vagina.

  • Lave muito bem esse aplicador com água e sabão, e retire qualquer resíduo que possa ter ficado dentro. Normalmente já vem mais aplicadores junto, sendo um para cada dia, assim a higiene será mais garantindo, evitando qualquer contaminação.

Candidiase crônica – se o seu caso é de candidíase crônica, é importante você usar outro tipo de tratamento, pois somente a pomada não irá funcionar. Além disso deverá exercer uma dieta livre de carboidratos e açúcares e seguir categoricamente os prescritos médicos.

POMADAS PARA CURAR CANDIDÍASE

As versões de pomadas para candidíase que são as mais indicadas são as que trazem na sua fórmula o ingrediente chamado miconazol que é encontrado em diversas fórmulas entre elas a:

  • Pomada Nistatina – é uma poderosa composição a base de nistatina que combate a fungos, bactérias e protozoários.

  • Pomada Nizoral – composição a base de dióxido de silício, estearato de magnésio que combate a candidiase.

  • Pomada Candicort – a base de cetoconazol é indicada para doenças causadas por fungos e leveduras assim como a candidiase.

  • Pomada Clotrimazol 1% – que pode ser usado durante 7 a 14 dias

  • Pomada Clotrimazol 2% – que deve ser usada por 3 dias

  • Pomada Terconazol 0,8% – que deve ser usada por 3 a 5 dias

  • Pomada Nitrato de Miconazol 2% – que deve ser usada de 7 a 14 dias

O tempo a ser usada a pomada deve ser determinado pelo médico, segundo a gravidade do problema para cada mulher.

  • Pomada Cetoconazol – está é uma pomada para micoses, mas não é indicada para a região genital, então fique atenta, uma alerta para quem tenta medicar-se por si mesma.

cetoconazol pomada para candidiase

CUIDADOS QUE SE DEVE TER AO USAR AS POMADAS

É muito importante você mulher tomar consciência de que além de usar a pomada direitinho conforme receita médica, você deverá também adotar hábitos de higiene extrema, trocando as roupas de cama e roupas intimas, camisolas todos os dias, conservando a região genital limpa e sempre bem seca, e mesmo que aconteça de sentir melhoras, não poderá parar com o medicamento antes que se cumpram os dias especificados pelo médico.

Qualquer mulher está vulnerável a infecção por candidiase, pois esta é oportunista e ataca justamente quando o organismo está com baixa imunidade. Esses fungos se desenvolvem rapidamente na região genital por ser uma região quente e úmida.

CUIDADOS ALÉM DAS POMADA

  • Use sempre uma boa alimentação, leite e iogurte possuem lactobacilos que facilitam o aumento das bactérias benignas na flora vaginal.

  • Se o tratamento demorar para mostrar resultados positivos, você deverá ficar atenta, pois poderá ser sintomas de doenças mais graves.

  • Outro fator que merece atenção é quando a infecção por candidíase é recorrente.

  • Não use perfumes íntimos.

  • Conserve a vagina sempre lima e bem seca.

  • Use calcinhas de algodão.

  • Ao usar o banheiro, sempre limpe-se de frente para trás.

  • Nunca fique muito tempo com a roupa ou biquíni molhado.

  • Se estiver com o problema ao fazer sexo, poderá passar para o outro, mas isso não quer dizer que seja uma doença sexualmente transmissível.

Então é isso, existem boas pomadas, e cuidados que você poderá adotar, mas tudo sob orientação médica é mais seguro.

Leia também