Sintomas da Gastrite Cuidados e Remédio

O fato é que os sintomas da gastrite não são nem um pouco agradáveis. Surgem geralmente após as refeições e mesmo que se tome algum antiácido, a sensação de desconforto permanece. Esta é uma doença que atinge grande parte da população mundial, e está relacionada a diversos fatores como alimentação inadequada, sistema nervoso, mais especificamente ansiedade, stress, entre outros.

Quais são os principais sintomas

Estes podem variar de pessoa para pessoa, mas geralmente são do tipo:

  • Pontadas ou dor no estômago

  • Sensação de estômago muito cheio

  • Mal estar geral, vômitos ou enjoos

  • Inchaço na região abdominal e dor

  • Arrotos com frequência

  • Dificuldade de digestão

  • Dores de cabeça

  • Falta de apetite

  • Saciedade antes de terminar de comer

  • Azia

Obs.: mesmo que os sintomas possam ser leves, geralmente surgem após a ingestão de alimentos gordurosos ou picantes, o uso de bebidas alcoólicas, café, entre outros.

Gastrite nervosa

No caso da gastrite nervosa, que é o tipo que mais atinge as pessoas do mundo moderno, especialmente o público feminino, os sintomas sempre vão aparecer nos momentos de ansiedade ou stress, momentos de irritação, insegurança, entre outros. E estes podem aparecer a qualquer momento do dia, sendo que os sintomas são aqueles tipo queimação na garganta, falta de apetite, queimação muito forte que sobe e desce na garganta, e arrotos.

É importante saber que nem todos os sintomas aparecem de uma vez só, mas no caso da gastrite nervosa, geralmente eles se acentuam na hora da refeição.

Como dar alívio aos sintomas da gastrite nervosa

Não existe como dar alívio aos sintomas apresentados pela gastrite nervosa, a não ser que haja uma mudança de vida para evitar a ansiedade, stress, enfim, controle do sistema nervoso. Para isso existem hoje técnicas de relaxamento que podem ajudar muito, entre elas:

  • Respiração lenta e profunda

  • Alongamento para relaxamento corporal

  • Acompanhamento psicológico

Mas não é somente isso, pois existem outros cuidados que são realmente essenciais, veja:

Alimentação

Comer alimentos adequados ao seu caso, irá dar alívio a queimação, dor e desconforto causados pela gastrite. Então, evitar alimentos gordurosos, doces, embutidos, leite e seus derivados, carnes vermelhas, biscoitos e comidas congeladas, fast foods, é de grande ajuda.

Além disso, uma mastigação adequada é de suma importância, mastigar bem os alimentos, pelo certo 34 vezes cada bocada, e comer com tranquilidade ajudará nos resultados positivos.

É de suma importância também evitar os refrigerantes, bebidas de álcool, cigarro, café, e também alimentos que geram gases como feijão, repolho, brócolis, ervilhas, ovo, entre outros.

Exercitar o corpo – é de suma importância também, pois como todos sabemos, isso tem influencia direta sobre o alívio do estresse e ansiedade, além de que aumenta a produção do hormônio da alegria, que proporcionam uma sensação de bem estar e prazer. Isso automaticamente vai influenciar no sistema digestivo.

Remédios caseiros

Existem ótimos remédios caseiros que ajudam muito no alívio da gastrite nervosa.

  • Batata – Entre tantos podemos citar o suco da batata, que deve ser tomado puro em jejum.

Para fazer este suco basta você pegar uma batata inglesa, descascá-la e passar no ralador. Em seguida essa batata ralada deve ser passada pelo coador para extrair o sumo que deve ser tomado imediatamente.

Este sumo de batata deve ser tomado com o estômago vazio, pelo menos 30 minutos antes das refeições. Um remédio barato e que não apresenta nenhuma contraindicação.

  • Espinheira santa – Mas existe também a erva conhecida como espinheira santa da qual se faz um poderoso chá que proporciona alívio imediato.

Para fazer o chá você poderá pegar 1 xícara de água fervente e adicionar a esta 1 colher de chá de espinheira santa. Deixe tampado agindo por 10 minutos e depois tome em jejum sempre uns 30 minutos antes das refeições.

  • Limão – um poderoso combatente da acidez estomacal. Este deve ser tomado puro para dar alivio e combate a gastrite.

Existem ainda muitos outros remédios caseiros que se mostram muito eficientes e não apresentam riscos para sua saúde. Entre eles estão a bardana, chá de acelga, suco de couve, mastruz com leite em jejum, entre outros.

Como curar a gastrite

Existe cura sim para a gastrite, mas o paciente precisa mudar seu estilo de vida, levando uma vida mais tranquila e controlando seu sistema nervoso, além de cuidar rigorosamente da alimentação.

A sabedoria está em evitar doces, alimentos gordurosos e frituras, alimentos picantes e ácidos, bebidas alcoólicas entre outras.

Frutas e verduras frescas, alimentos cozidos ou grelhados que facilitem a digestão são os mais indicados.

Além disso tudo, é importante também fazer uso de remédios caseiros como os acima descritos e medicamentos que combatam a acidez estomacal.

Obs.: é importante você saber que muitas vezes um remédio calmante irá ajudar muito no controle da gastrite nervosa, e neste caso, remédios como a valeriana, camomila e outros que são calmantes, o Pepsamar que é um antiácido são de bom proveito.

Não tomar líquidos as refeições, e, não deitar-se logo após as refeições, também é de fundamental importância.

Será que uma gastrite nervosa pode se transformar em câncer de estômago

É interessante saber que a gastrite nervosa não gera inflamação no estomago, e portanto, não se transformará em câncer. Este que é um problema também conhecido como dispepsia estomacal, não apresenta úlceras estomacais, e portanto não está relacionada ao câncer.

Tratamento farmacêutico para gastrites estomacais nervosas

Existem alguns remédios indicados para o tratamento da gastrite nervosa, veja:

  • Especificamente para o estômago tem – o Cloridrato de Ranitidina e Omeprazol

  • Para controlar o sistema nervoso tem – o Dormonide e o Somalium

Obs.: é importante observar de que apesar de estes medicamentos acalmarem e trazerem alívio ao estômago, podem fazer do paciente um dependente. Por isso é de fundamental importância tomá-los sob a prescrição médica.

Veja o que comer para aliviar a gastrite

  • Leite só se for desnatado.

  • Chá que sejam sem cafeína, portanto chá preto e mate não podem.

  • Sucos de frutas que não sejam ácidas. Evite os de abacaxi, laranja e limão, e não tome sucos doces.

  • Pães integrais e sem miolo ou torradinhos.

  • Queijos brancos, ricotas. Evite os queijos amarelos e gordurosos.

  • As carnes assadas, grelhadas ou cozidas, mas sem gorduras.

  • Procure usar temperos como as ervas finas. Evite pimentas, alho, cebola, mostarda.

  • Mingaus de maisenas com frutas, gelatina Agar Agar são sempre bem vindas.

Veja o que não comer para aliviar a gastrite

  • Doces.

  • Enlatados.

  • Molhos de tomate, branco e outros.

  • Refeições pré preparadas.

  • Alimentos gordurosos ou frituras.

  • Carne de porco.

  • Embutidos.

  • Refrigerantes.

  • Industrializados.

  • Café, chá preto, refrigerantes e bebidas alcoólicas.

  • Bolos e sobremesas.

  • Leite integral.

  • Biscoitos especialmente os recheados.

  • Lanches, massas, hambueguers, cachorro quente, e outros alimentos gordurosos e fortes.

  • Tomate, couve manteiga, pepino, agrião, espinafre, laranja, abacaxi, kiwi entre outros.

Deve-se ressaltar o fato de que a dieta para um paciente de gastrite pode variar muito de acordo com a tolerância de cada organismo. Portanto, as listas acima descritas, dos prós e contras é apenas um indicativo do que pode ser usado ou não, mas não é uma regra determinante.

Medicamentos que podem causar gastrite

O uso de medicamentos como os anti-inflamatórios e os não esteroides podem provocar a gastrite. Isso acontece especialmente com o público mais idoso. Os remédios pode, ferir a mucosa estomacal, causando as gastrites crônicas que podem evoluir para úlceras e sangramentos estomacais.

No entanto quando as agressões ao estomago são leves, estas podem desaparecer logo após a parada de uso do medicamento.

Causas por alimentos contaminados

Existe uma causa bastante comum de contaminação através dos alimentos, da bactéria conhecida como H. Pylori, que uma vez instalada no aparelho digestivo, pode ficar em silente durante anos, mas pode também atacar, causando a gastrite.

Esta bactéria está em alimentos crus, e quando ingeridos estes alimentos, elas se instalam no estômago fazendo a colonização. Essa proliferação da bactéria induz a infecções, interferem na produção do ácido clorídrico, e ainda faz com que a defesa da mucosa diminua.

Para combater este problema é necessário o uso de antibióticos, que devem ser especificamente orientados pelo gastroenterologista.

Para diagnosticar a bactéria, é necessário fazer a biópsia do tecido estomacal que deve ser retirada na hora da endoscopia estomacal.

É interessante saber que nem todos os organismos permitem que esta bactéria se desenvolva, mas quando acontece, acontece também a gastrite.

Veja, a melhor coisa quando acontece a gastrite, é ir a médico que irá determinar qual seja o tipo de gastrite que você tem e determinará o melhor tratamento para combater o problema.

Leia também