Estou com muita Azia e Queimação de Estômago, O que pode ser

Quando alguém diz, ‘estou com muita azia e queimação o que pode ser’, o desconforto é bastante grande, pois dor que acontece na parte de trás do esterno, osso anterior do tórax, pode subir pelo peito e chegar até o pescoço.

Se as azias são ocasionais não há com que se preocupar, e só precisa tratar no momento, já quando estas são frequentes, acabam interferindo no dia a dia e são motivo de preocupação.

Causas das azias

  • As azias são causadas pelo refluxo do suco gástrico, que é o que promove a digestão, acontece pelo funcionamento inadequado da válvula esfíncter esofágica inferior. Quando o alimento chega ao estômago ela se abre, mas quando o alimento passa ela deve se fechar. Se isso não acontece, o suco gástrico pode voltar em direção a boca. (Leia: REMÉDIOS NATURAIS PARA GASTRITE E DOR DE ESTÔMAGO ).

  • Quem tem hérnia de hiato que é quando parte do estômago se projeta para dentro da cavidade torácica, também se torna mais susceptível ao enfraquecimento da esfíncter e facilita a azia.

  • Na gravidez é comum acontecer a azia.

    azia e queimacao

Alimentos que devem ser evitados por quem sofre com as azias

  • Vinagre, molho de tomate, frituras, ketchup, cebola, mostarda, suco de laranja, refrigerantes, alimentos gordurosos, café chocolate, pimentas e álcool.

  • Passar longo tempo sem se alimentar pode provocar a azia.

  • Comer em excesso também provoca azia. (Recomendamos: ÚLCERA NO ESTOMAGO, CONHEÇA CAUSAS SINTOMAS E TRATAMENTOS ).

  • Leite de vaca aumenta a azia. ao contrário do leite de soja.

  • Café, especialmente após as refeições.

  • Chá preto.

  • Líquidos durante as refeições.

O que fazer para evitar as azias e queimações

  • Não coma exageradamente

  • Não tome liquido junto com as refeições

  • Deite-se do lado esquerdo para reduzir as azias (Leia também: Câncer no Estômago sintomas, fatores de risco e tratamentos ).

  • Deite-se somente 3 horas após as refeições

  • Levante a cabeceira da cama a 15 ou 20 centímetros

  • Não coma nada gorduroso

  • Não beba e não fume

Cuide do seu aparelho digestivo, pois “é melhor prevenir do que remediar”.

Leia também