Artrose no Joelho, Osteoartrite, Sintomas e Tratamento

Todos nós precisamos pelo menos ter uma idéia do que seja Artrose no Joelho, uma vez que ninguém está livre dessa complicação causada pelo desgaste da cartilagem apresentando grandes transtornos com limitação de movimentos e muita dor.

A Artrose que também é conhecida por Osteoartrite na verdade é uma doença degenerativa que ataca todas as articulações promovendo então o desgaste da cartilagem que recobre a extremidade dos ossos comprometendo também os ligamentos a membrana e o líquido sinovial.

COMO ACONTECE A OSTEOARTRITE

O local onde dois ossos se encontram, onde ocorre a articulação, os ossos são separados por uma camada tipo emborrachada e bem lubrificada (cartilagem) que impede o atrito entre os ossos, e permite que eles deslizem naturalmente, mas quando ocorre a Artrose, seja em qual articulação for, a cartilagem é desgastada e o atrito entre os ossos começa a acontecer para também desgastar com muitas dores.

No joelho esse transtorno começa a ser percebido a partir dos 60 anos, apesar de que dependendo de algumas situações, ela se manifesta ainda antes começando com a sensação de cansaço e inchaço na região a cada final do dia, quando então podemos classificar a artrose em sua primeira fase.

Geralmente quando se trata dessa doença afetando o joelho, os dois são afetados, porém os sintomas podem se apresentar diferente, mesmo porque, sempre existe um joelho que trabalha mais que o outro devido aos movimentos rotineiros que fazemos, e com isso, também o grau de comprometimento na articulação de cada joelho é diferente.

joelho normal e joelho com artrose

Um cuidado que todo ser humano precisa ter com respeito a essa doença é que se acaso existir o sobrepeso do corpo, corridas mais forçadas comprometem ainda mais essa articulação e os sintomas podem acontecer ainda na juventude, por isso, que essas corridas sejam leves.

SINTOMAS DA ARTROSE NO JOELHO

Quando em estágio inicial nem sempre os sintomas da artrose são sentidos, mas quando a doença se agrava, os mais comuns são:

– Dores no joelho após esforços físicos puxados, porém com melhora durante o repouso. Já em uma fase bem adiantada, as dores podem ser fortes e impedir que o indivíduo tenha uma boa noite de sono.

– Presença de ruídos anormais ao mexer com a perna, isso, a qualquer momento do dia, mesmo com o corpo em repouso.

– Rigidez pela manhã ao levantar, ou então depois de um longo período de repouso que normaliza depois que o corpo entra em movimento.

– Dificuldades para fazer alguns movimentos como, ajoelhar-se ou esticar a perna por completo.

– À medida que os anos passam e a doença se agrava, começam as deformidades na articulação do joelho com dores ainda mais fortes, comprometendo até mesmo as pequenas caminhadas.

CAUSAS DAS DORES NO JOELHO MOTIVADORES

Fatores de risco – no passado acreditava-se que a artrose nos joelhos ou mesmo em qualquer outra articulação acontecia por conta apenas do processo de envelhecimento. Porém hoje, já existem muitas comprovações de que existem outros fatores que comprometem diretamente nessa doença, entre eles destacamos:

Obesidade – essa é uma das principais causas para a artrose nos joelhos, sendo que as mulheres têm maiores chances de desenvolver a doença nessa situação.

inchasos e dores nos exercicios podem significar artrose no joelho

Sedentarismo – falta de atividades físicas rotineiras também podem ajudar a desenvolver a artrose do joelho, uma vez que isso também pode promover a própria obesidade. Porém, é preciso cuidar com os exercícios físicos com maior impacto que afetam diretamente a articulação dos joelhos.

Problemas genéticos – ainda existe a possibilidade de existir uma predisposição genética para a artrose, por isso, se existem casos da doença na família, os cuidados devem ser mais freqüentes.

Traumatismo – possíveis traumatismos no joelho, tais como os choques causados na prática de esportes ou quedas que de alguma forma comprometeu o joelho, podem ao seu tempo contribuir para o desgaste da articulação causando a artrose.

Movimentos comprometedores – trabalhar a articulação do joelho de forma indevida, seja na pratica de um esporte, ou mesmo no trabalho, também é um dos fatores que podem levar a formação de uma artrose no joelho.

TRATAMENTO PARA ARTROSE NO JOELHO

Sabemos que a artrose é uma doença degenerativa, o que não é diferente quando se trata da artrose no joelho, além disso, ela se desenvolve progressivamente com menor ou maior intensidade, o que varia de indivíduo para indivíduo. Por isso, também os tratamentos variam, isso com a intenção apenas de amenizar os sintomas e manter cada pessoa ativa.

O tratamento é feito com ou sem o uso de medicamentos, mas em situações mais graves, é necessária uma intervenção cirúrgica na articulação. Quando o problema é descoberto precocemente, também pode ser tratado com medicamentos naturais com ótimos resultados possibilitando que a pessoa melhore sua qualidade de vida e até mesmo impedindo a progressão dessa doença.

Medicamentos químicos – se for necessário, medicamentos com propriedades analgésicas e antiinflamatórias contribuem para amenizar os sintomas e em casos mais graves, antes de recorrer a uma cirurgia, ainda podemos experimentar os efeitos de medicamentos a base de corticóides por infiltração que é injetado no joelho.

Cuidado com o peso – com respeito ao tratamento, primeiramente, a pessoa precisa cuidar do peso se existe os excessos. Pessoas que conseguem perder peso controlam mais facilmente a Artrose, uma vez que existe menos carga sobre as articulações do joelho.

Atividades físicas – mesmo que se descubra a artrose nos joelhos, é preciso praticar as atividades físicas, quem sabe agora com maior freqüência, cuidando apenas com os impactos mais fortes. Porém, depois das atividades físicas, é importante que haja um período de repouso, sem exageros para que não ocorra uma atrofia muscular.

Aplicação de calor – fazer aplicações com água quente na região dolorida do joelho também ajuda a diminuir as dores na articulação. Uma boa opção para isso, é fazer compressas quentes várias vezes ao dia.

Fisioterapia – sessões de fisioterapia realizadas quando necessário todos os dias é de real importância para amenizar os sintomas e retardar a progressão da doença. Nesse caso o profissional fisioterapeuta deve analisar caso a caso oferecendo o melhor tratamento respeitando as limitações de cada paciente.

Porém, nas sessões de fisioterapia cada exercício precisa ser cuidadosamente calculado, uma vez que se for realizado de forma errada, a doença vai se agravar ainda mais.

RECEITAS CASEIRAS QUE CONTRIBUEM NO TRATAMENTO DA ARTROSE

Chá de Alecrim – o alecrim contém propriedades medicinais que auxiliam na boa saúde, e no caso de necessidade de perder peso, ele também vai contribuir uma vez que também tem ação diurética. Rico em cálcio, magnésio, potássio e fósforo além de vitaminas contribui no fortalecimento dos ossos e músculos e conseqüentemente para a saúde das articulações.

Prepare o chá dessa erva usando 1 colher de (chá) de folhas verdes para 250 ml de água fervente. Adicione as folhas da erva na água fervente e deixe agir por 10 minutos antes de beber até 4 vezes ao dia.

Cataplasma de sementes de linhaça – providencie 3 colheres (sopa) de sementes de linhaça que deverão ser adicionadas em 300 ml de água. Ferva a água e então acrescente a semente de linhaça misturando bem para que se forme uma textura mais consistente.

Deixe amornar e então aplique o cataplasma sobre o joelho com a ajuda de um pano limpo. Enrole bem para garantir a temperatura por mais tempo. Faça esse tratamento sempre antes de ir dormir por 5 dias seguidos, não mais que isso.

Repita o tratamento, mas com um intervalo de 7 dias sempre com cataplasma morno sobre a região do joelho.

Alguns alimentos que contribuem para prevenir a Artrose – parece impossível, mas também para prevenir ou combater os problemas de articulação como a artrose no joelho, podemos ter muitas vantagens se nos alimentarmos de forma correta, para isso, temos algumas sugestões.

Peixes de água fria – colocar na dieta alimentar os peixes de água fria como o salmão, atum, trutas e sardinhas ajudam a combater os processos de inflamações no corpo, até mesmo as inflamações das articulações. Isso acontece por conta do ômega-3 encontrados nesses alimentos que devem ser ingeridos preferencialmente assados ou grelhados.

Folhas verdes – já entre as sugestões naturais, podemos aconselhar os vegetais com folhas verdes como a rúcula, couve-folha, brócolis, entre outros vegetais que são ricos em vitaminas A e C, além de apresentarem propriedades antioxidantes para combater os radicais livres e auxiliar no combate as inflamações, entre elas as inflamações na articulação dos joelhos que causam a Artrose.

Soja – o uso de soja em grãos na dieta alimentar também contribui com a saúde das articulações prevenindo e combatendo a Artrose, por suas propriedades antiinflamatórias, uma vez que as sementes são ricas em ômega-3 e ômega-6, além de ser uma importante fonte de vitamina E.

CUIDADOS COM ALIMENTAÇÃO TAMBÉM CONTRIBUEM COM A MELHORA

Produtos de origem animal – carne de porco, carne de gado, especialmente os miúdos devem ser abolidos, uma vez que esses alimentos contribuem para o aumento de ácido úrico e outras complicações, sem contar que também ajudam no ganho de peso excessivo.

Embutidos – não apenas os embutidos, como também os enlatados e todos os demais alimentos industrializados devem ser evitados, por conta dos produtos químicos usados para a conservação.

Lacticínios – deve ser evitado o leite integral e seus derivados na forma integral.

Vícios – não apenas o uso de bebida alcoólica, tabaco e outras drogas, mas também o chá preto, café e refrigerantes, além de sucos industrializados devem ser evitados.

Leia também