Pomada e Colírio para Conjuntivite, Nomes e Tratamento

A conjuntivite é uma doença que afeta os olhos, de maneira que exista bastante coceira e irritação nesta ares, além de secreções de inflamação em casos mais complexos.

A conjuntivite pode ocorrer devido a vários fatores, como a infecção por vírus, bactérias, ou dependendo do organismo, pode ocorrer também em função de alergias diversas do individuo.

Existe hoje no mercado, diversas maneiras de tratar, com Pomada e Colírio para Conjuntivite tudo sempre depende do tipo de infecção, para poder assim, estipular o tipo de medicamento a ser usado.

O que é

Por se tratar de uma doença causada por até três tipos de fatores, vírus, bactérias e alergias, a conjuntivite afeta os olhos de maneira que os deixa bastante irritados, e ter um tratamento adequado, é de fundamental importância para que a situação não seja agravada pelo uso errôneo de algum medicamento.

A busca pela ajuda de um medico é sempre muito bem vinda, já que a automedicação, principalmente na região dos olhos, pode levar a complicações bem piores do que uma simples conjuntivite. Usar pomadas e colírios errados, por falta de orientação medica, é extremamente perigoso.

A conjuntivite é um tipo de doença que afeta regiões dos olhos, sendo principais afetadas a parte da conjuntiva e da esclera, que nada mais é do que a patê branca dos olhos.

Quando tratada de forma imediata, pode desaparecer dentro de poucos dias, sem a contaminação de outras pessoas, já em casos em que o paciente não procura ajuda necessária em tempo hábil, a doença pode perdurar por mais tempo e ainda infectar pessoas próximas pelo contato com regiões contaminadas, inclusive as mãos.

Sintomas Apresentados

Para antes de iniciar um tratamento com Pomada e Colírio para Conjuntivite, é necessário observar se os sintomas mais comuns estão presentes.

Coceira, olhos avermelhados, pálpebras inchadas, visão embaçada, dificuldade de abrir os olhos pela manha ao acordar e sensibilidade a claridade, são alguns dos sintomas mais aparentes em caso de infecção por conjuntivite.

Em caso de infecção por bactérias, pode acontecer até mesmo um tipo de secreção purulenta saindo dos olhos, representando que a infecção tem grandes possibilidades de ser bacteriana.

Já na infecção viral, a secreção é mais esbranquiçada, podendo ser esta uma das formas mais fáceis de identificar os tipos de conjuntivite.

Pomada Terramicina

Em casos de conjuntivite por bactérias e micro-organismos, a Pomada Terramicina é uma ótima pedida, uma vez que além de ter seu custo extremamente baixo (aproximadamente 12 reais) em relação a outras no mercado, sua eficácia é comprovada e promete aliviar os sintomas desde a primeira aplicação.

Seu agente principal, é o sulfato de Polimixina B, que age diretamente nos micro-organismos causadores da infecção.

Esta pomada deve ser manipulada da seguinte forma: depois de lavar previamente e deixar esterilizada a área afetada pela doença, com o auxilio de um gaze aplique a pomada sobre a região.

Este procedimento deve ser repetido por em media 3 vezes ao dia, para obter os melhores resultados.

Vale lembrar que o uso daquele tampão famoso entre as pessoas infectadas, pode ajudar e muito no tratamento, uma vez que evita que outras bactérias e vírus adentrem no local, e ajuda também a maximizar s efeitos da pomada.

Colírio Dunason

O colírio Dunason, é indicado para casos de infecção por vírus da conjuntivite. Sua formula composta basicamente de sulfato de condroitina, auxilia aliviando a falta de produção lacrimal dos olhos, ajudando e muito na recuperação de conjuntivite viral.

Sua formula pode causar certo desconforto na hora da aplicação, causando ardência de pouca duração e também vermelhidão da conjuntiva dos olhos, sendo basicamente estes os efeitos colaterais quando o paciente não tem qualquer tipo de aversão ao medicamento.

Colírio Dexafenicol

Nos casos de infecção por conjuntivite alérgica, o Colírio Dexafenicol é um dos mais receitados, pois tende a aliviar todos os sintomas até que sejam sessados por completo.

Sua manipulação é feita pingando de 2 a 3 gotas do medicamento no saco conjuntival, de 2 a 3 vezes ao dia, e deve ser diminuída gradativamente a dosagem, assim que a melhora comece a aparecer.

Lembre-se sempre que todo tipo de medicamento deve ser utilizado apenas com a prescrição medica, e nunca de forma sem auxilio.

Embora o tratamento com o Colírio Dexafenicol seja bastante eficaz, seu uso prolongado pode trazer alguns efeitos colaterais, como por exemplo a pressão elevada intra-ocular, tornando mais ainda necessária a ajuda de um medico especializado para evitar problemas futuros.

Colírio Decadron

O colírio Decadron é  recomendado para o uso em casos de infecção por conjuntivite bacteriana. Sua composição leva fosfato dedexametasona e neomicina, que agem diretamente afetando micro-organismos sensíveis a estas composições.

Este colírio é indicado em inicios de infecção, podendo ser prolongado seu uso nos casos que a doença apresentar regressão.

Já nos casos muito complexos de conjuntivite, em que o estagio estiver muito avançado, seu uso já não é mais recomendado pois pode causar efeitos colaterais diversos.

Qualquer medicamento, Pomada e Colírio para Conjuntivite deve ser usado sobre auxilio medico. A falta de prescrição, pode causar inúmeros efeitos colaterais não previstos.

Assim que os sintomas de conjuntivite começarem, recomenda-se a procura por um medico especializado para que todas as indicações possam ser dadas.

Leia também