O que Atrapalha a mulher de Engravidar, Conheça

Em média 15% da população quando em idade reprodutiva, tem dificuldades de alcançar a tão desejada gravidez, enquanto outros acabam fazendo de tudo para evitar essa situação durante grande período da vida. Hoje nós vamos tratar sobre o que atrapalha a mulher de engravidar, quais são os fatores que afetam a homens e mulheres.

Você vai perceber que até atitudes, o estilo de vida, que normalmente corre inconscientes podem afetar a fertilidade. Vamos a alguns fatores tanto para o sexo masculino como para os sexo feminino.

Infertilidade do homem

É incrível, mas as enzimas que são responsáveis pela produção dos espematozóides não trazem resistência ao calor. E é por isso que é comum acontecer de homens que usam calças muito apertadas, ou que trabalhem durante muito tempo sentados, que frequentem saunas ou algo que faça com que os testículos se aqueçam, podem afetar a qualidade dos espermatozoides, afetando assim a fertilidade.

Por incrível que pareça o homem para resolver este problema, deve se movimentar muito e evitar ao máximo de ficar sentado.

O uso de cuecas, calças ou bermudas mais confortáveis, que não apertem, influenciam radicalmente na qualidade dos espermatozoides.

Momento da ovulação na mulher

O normal é a mulher ovular uns 14 dias antes da menstruação. O correto é neste período fazer sexo todos os dias ou em dias alternados para quem quer tentar uma gravidez.

Mesmo que a mulher seja ainda jovem, e não esteja em idade de menopausa, pode acontecer a ‘falência ovariana precoce’. É interessante saber que mesmo que isso aconteça a mulher poderá menstruar normalmente, só tendo a ciência do problema depois de exames específicos. Esse problema pode estar relacionado a hábitos errôneos e toxinas no organismo.

Síndrome dos ovários policísticos

Devida a um desequilíbrio hormonal, pode acontecer alterações no ciclo menstrual, ausência de fluxo, disfunção na ovulação, enfim, surge a grande dificuldade de engravidar.

Endometriose

Cerca de 20% das mulheres sofrem com este mal que muitas vezes só é descoberto quando há a intenção de uma gravidez e não consegue. isso acontece quando o material do endométrio acaba saindo fora do útero e invadindo outros órgãos onde se prolifera e acaba causando muitas dores, cólicas, enfim, e impede que a mulher possa engravidar também.

Medicamentos que podem impedir a gravidez

Segundo especialistas, é possível sim alguns medicamentos impedirem a fertilidade.

  • Nos homens – A comprovação se dá para homens que tomam remédios contra doenças do coração e úlceras, estes apresentam uma menor quantidade de espermas. Outros remédios que podem afetar a ejaculação e a capacidade do esperma chegar até o óvulo, são os para pressão alta.

Mas não para por aí, pois alguns antibióticos utilizados para combate a infecções urinárias também acabam diminuindo a produção dos espermas.

  • Nas mulheres – o uso dos descongestionantes pode fazer com que o muco cervical seque, impedindo a fertilidade da mulher, pois ele é essencial para a concepção.

Problemas de anatomia

Tanto s óvulos como os espermatozoides precisam do caminho livre para poderem se encontrar e acontecer a fecundação.

  • Nos homens – os espermatozoides são levados dos testículos ao externo por meio do ducto deferente. Se algo acontecer de anormal, isso não acontecerá.

  • Nas mulheres – o caminho pode ser interrompido por fatores diversos como miomas, pólipos, endometriose, ou aderência de algum órgão reprodutivo. Ai não acontece a gravidez.

Ciclos e ovulações irregulares

São vários os fatores que podem fazer com que o ciclo ou ovulação sejam irregulares. Entre eles estão ovários policísticos, hipo ou hipertireodismo, sobrepeso, desequilíbrio hormonal, estresse, idade avançada, próximo da menopausa, dietas exageradas, entre outros.

Um ciclo normal é de mais ou menos 28 dias, é tolerável de 23 a 35 dias. Normalmente a ovulação se dá a 14 dias antes da menstruação. Se porventura ela acontecer fora desses dias, ou em períodos incertos, pode acontecer a ovulação irregular.

Neste caso é de fundamental importância fazer visitas ao médico para saber o que está causando esta irregularidade.

Varicocele

Alguns homens podem sofrer com este mal que são varizes em torno dos testículos. Em média 15% dos homens podem apresentar este problema que pode ser detectado através de ultrassom e exames clínicos. Mas é importante saber que só deverá acontecer uma preocupação quando os exames de espermatozoides se apresentar com alterações.

Tratamento contra câncer – se porventura o homem estiver fazendo tratamento contra o câncer testicular, este poderá causar a infertilidade, mas só pelo tratamento.

Hábitos errôneos – é importante neste momento colocar a mão na consciência, pois vamos tratar do tabaco e do alcoolismo. São dois vícios terríveis que afetam diretamente a produção de espermas, nos homens.

Nas mulheres o uso de bebidas de álcool não deve ser feita depois da gravidez, mas também não deve ser usada, caso queira engravidar.

Nas mulheres que fumam os óvulos são mais escassos, além de que o fumo altera a produção de estrogênio, o hormônio que tem papel importante na produção do muco cervical, o que favorece a chegada do esperma até o óvulo. Caso a nicotina esteja neste muco, pode até matar os espermas.

Aparecimento de Miomas

Os miomas que são o crescimento desordenado das células, atingem cerca de 50% das mulheres e apesar de afetarem as funções uterinas, dificilmente podem gerar a infertilidade, a menos que estes apareçam em locais que impeçam a passagem do embrião ou que apareçam dentro do útero.

Alterações da tireoide

O metabolismo humano é regulado pelos hormônios que são produzidos pelas glândulas da tireoide. Quando acontece a alteração hormonal, pode ser tanto de hipotireoidismo como hipertireoidismo, todo o organismo pode sofrer, inclusive pode acontecer a falta da capacidade de engravidar.

Alteração da prolactina – quando acontece o desiquilíbrio na produção da prolactina podem acontecer mudanças no ciclo menstrual, sendo que até os ovários não irão funcionar adequadamente o que dificulta a gravidez.

Rejeição ao embrião

É incrível, mas pode acontecer uma rejeição ao embrião ou uma incompatibilidade imunológica. Isso acontece porque o corpo da mulher sente o embrião como um intruso ou invasor, causando o aborto. Mas, felizmente, este é um problema que pode ser resolvido através de um tratamento específico.

Então, são estes os principais problemas que impedem que a mulher tenha uma gravidez. Dependendo de qual dos casos seja, um bom tratamento poderá resolver o problema. Mas em muitos casos, a fertilização induzida é o caminho mais correto. Um exemplo disso está para os casos de endometriose, obstrução das trompas, entre outros. Mas, caso tenha que optar pela fertilização, é importante que o médico tenha tudo muito bem esclarecido.

Qualidade de vida – é comprovado cientificamente de que a qualidade de vida de uma casal, interfere radicalmente fertilidade. Então alimentação gordurosa, carência de frutas e verduras, faz com que o metabolismo se inflame e consequentemente dificulte a gravidez.

O mesmo acontece com o uso de um notebook no colo por muito tempo. Isso acontece porque os testículos se aquecem e isso faz que a qualidade dos espermatozoides não fique boa. Pois estes não suportam a temperaturas tão altas.

Ainda o uso de drogas como tabaco, maconha, cocaína, anabolizantes, antidepressivos, anti hipertensivos, antibióticos e quimios podem provocar a dificuldade de engravidar.

E é importante saber também que hoje é entendido que a culpa na dificuldade de engravidar não é só da mulher, mas em metade dos casos podem ser delegadas ao sexo masculino.

Tratamento para a fertilidade

Segundo alguns estudos, entende-se de que muitas mulheres com baixa condição de fertilidade trazem uma variação genética no receptor das células foliculares, que ficam próximos aos óvulos. Quando estes se apresentam com defeito, acontece que os receptores apresentam apenas uma parte da sequencia de proteínas, as Exon 2. Se isso acontece, não pode haver a ligação com hormônio, dificultando a gravidez.

Estudos estão sendo feitos neste segmento para encontrar um tratamento de fertilidade que seja adequado a estas mulheres. Isso será um enorme avanço.

Antioxidante – estudos já tem sido realizados com respeito ao uso de antioxidantes por homens que são considerados subférteis, mas, ainda é preciso muitos estudos a mais para garantir de que isso seja de fato algo viável e correto.

Fertilidade e o fator psicológico – É comprovado cientificamente de que o estresse e a ansiedade, a pressão, podem afetar diretamente a vida das mulheres que deseja engravidar. a vida corrida e sem hora para relaxar é o que move a população mundial hoje. E muitas vezes acontece de o casal só transar com o objetivo de engravidar, sem tempo para um carinho, ou namorar com todo aquele romantismo que deve acontecer. Isso é terrível e não resulta nem na gravidez.

Então, procure tirar tempo para a relação sexual que é importante, mantenha uma alimentação saudável com frutas e verduras e pratique exercícios físicos diários e você vai ver a diferença.

Leia também