Cardápio para Dieta da Proteína para Emagrecer

Aqui vamos deixar você inteirada do que é, como funciona, como fazer e quais os alimentos que devem ser ingeridos. O cardápio para dieta da proteína, deve ser bem elaborado para garantir de que você não terá nenhuma consequência devida a erros de alimentação.

É importante ter a consciência de que perder peso é bom, mas precisa ser de maneira saudável e com qualidade de vida para valer a pena. Hoje existem tantas dietas por aí, e é preciso tomar cuidado para não entrar numa dieta errada.

Como funciona esse tipo de dieta?

Para quem quer perder peso, mas não a saúde, existe uma maneira bem interessante de se alimentar para perder barriga e gorduras que é algo que incomoda muito as pessoas, seja homens ou mulheres. Sem sofrer ou passar fome, a dieta da proteína age diretamente sobre o metabolismo reduzindo vários quilos em poucos dias.

O objetivo é a ingestão de muita proteína sem exceder os limites, garantindo sustentação ao corpo. Mas é importante saber que isso deve ser de maneira controlada para não causar problemas a curto, médio ou longo prazo.

Esta que é considerada uma dieta dukan, apega-se as proteínas da carne, do leite e seus derivados, ovos e ainda do suplemento que é extraído do soro do leite, o chamado whey protein. Mas, essas proteínas devem ser magras, portanto nada de carnes gordas, leites com nata ou gordura e assim por diante. Caso ache que não tem importância e teimar nas gorduras, pode ficar certo de que não obterá os resultados.

Então, em suma, você precisa comer certo, moderadamente e correto e simplesmente nas horas certas, feito isso, tudo certo. As proteínas, podemos dizer que tem um efeito termogênico para o corpo. Além do mais, dão firmeza a pele e dão também a sensação de saciedade, fazendo com que a pessoa coma menos.

Aonde mais tem proteína?

Se você pensa que a carne é o alimento que mais contém proteína, a resposta para você é não!

Vamos ver no quado abaixo quais são esses alimentos em percentuais.

  • Espinafre 50%
  • Couve 45%
  • Brócolis 45%
  • Couve-flor 40%
  • Champignon 38%
  • Salsinha 34%
  • Pepino 24%
  • Pimentão 22%
  • Repolho 22%
  • Tomate 18%

Enquanto que:

  • Carne bovina 26%
  • Carne de aves 23%
  • Ovos 13%

Então é hora de desapegar de tanta proteína Animal ( pois foi comprovado que excessos de carne aumentam as chances de ter câncer ) em um determinado momento da vida.

Reeducação alimentar

A parte mais complicada nesta situação de reeducação alimentar está justamente na moderação na hora de comer, limitar-se somente ao necessário. Mas, quanto aos alimentos, é só abster-se de alimentos que você já sabe como gorduras, açúcares e sal em excesso e você não terá tanta dificuldade em se reeducar.

Metabolismo

A dieta a base de proteínas tem por intenção a aceleração do metabolismo. Isso faz com que a queima de calorias aumente e consequentemente você terá maior queima de gorduras. Consumindo a importância adequada de proteínas, você poderá perder peso até mesmo enquanto dorme.

Mas não pense que é somente isso, pois você terá que aliar a essa dieta as atividades e exercícios físicos.

Sem perder a massa muscular

É importante você saber que esta dieta permite que você emagreça, sem perder a massa muscular. Isso é muito importante, pois a pessoa reduz o peso, mas não perde a energia, força e nem cai no esgotamento físico.

A tendência é sempre pensar que quando alguém está fazendo uma dieta e seca, é porque estão tendo sucesso, mas é perigoso que esteja acontecendo somente um definhamento da pessoa, especialmente quando entram em dietas restritivas.

Fases da dieta da proteína

É importante saber que esta se divide em três etapas, tendo evoluções próprias além de um número determinado de calorias que poderão ser ingeridas. Então:

  • Primeira fase – duração de duas semanas ou seja 14 dias. Nesta fase o número de calorias diárias deve se limitar a 1000 calorias.

  • Segunda fase – esta fase tem duração de 5 semanas e é permitido a ingestão de 1100 até 1500 calorias diárias.

  • Terceira fase – sendo com moderação, os alimentos estão liberados.

Cuidados que se deve ter com a dieta

  • É mais fácil acontecerem as desidratações do corpo, especialmente se a ingestão de proteínas for exagerada.

  • Se existe problemas de rins, não se deve adotar a dieta das proteínas, pois estas só agravarão o quadro.

  • A dieta das proteínas pode causar dores de cabeça, tonturas, náuseas, fraqueza.

  • Se você não gosta de carne, nem pense em fazer essa dieta.

  • Se você adotar essa dieta das proteínas, lembre-se de que precisa tomar muita água.

Quais são os alimentos ricos em proteínas

  • Frango, feijão, peixe, atum, salmão, frutos do mar, queijo cottage, requeijão e laticínios magros, carnes vermelhas livres de gorduras, proteínas em pó do soro de leite, clara de ovo.

Obs.: é necessário atentar ao fato de que para que esta dieta realmente funcione, você deverá valorizar alimentos como as verduras, legumes, castanhas, carnes e leite e seus derivados, que trazem de médio a baixo índice glicêmico.

Alimentos que você não deverá comer

  • Refrigerantes, água de coco, macarrão, arroz, pão, mandioca, milho, bolachas, batata, bolos, doces e balas em geral.

  • Você não deverá comer arroz, nem pães, nem torradas.

Alimentos permitidos no cardápio para dieta da proteína

  • Abobrinha verde, acelga, agrião, água natural e com gás, alface, aspargos, atum, aves, azeite, azeitonas, bacalhau, berinjela, brócolis, café, camarão, caranguejo, carnes em geral, cebola, cenoura, chá, chicória, chuchu, cogumelo, couves, couve flor, espinafre, frango, gelatina, limão, nabo, manteiga, omelete, ovos, peixe, pimentão, queijo, todos os tipos de verduras.

Café da manhã

  • Ovos, chá mate ou outro de ervas, requeijão, aveia, embutidos de carne, iogurte natural com uma colher de linhaça, girassol ou chia.

  • Você poderá variar bastante seu café da manhã fazendo omeletes com presunto e outros acima descritos.

  • Use sucos de frutas, mas deixe o açúcar de lado.

  • O chá pode ser tomado a hora em que quiser.

Lanche da manhã

  • Barra de cereal, iogurte natural com 1 colher de linhaça, girassol ou chia, chá, 1 banana, castanhas de caju.

Almoço

  • Peixes, atum, carne vermelha, frango sem pele, ovo, e linguiça de gado.

Jantar

  • São basicamente os mesmo do almoço, mas é importante tomar cuidado com as carnes, por isso é legal se você se apegar mais as saladas como espinafre, brócolis, alface, couve flor, tomate, cenoura crua entre outras.

Obs.: é importante saber que os legumes trazem muitas vitaminas, entre elas a K, C e A, e ainda sais minerais como magnésio e cálcio. Estas são complementos essenciais para uma dieta de proteínas, uma vez que ajudam na construção muscular e na queima de gorduras.

As frutas que podem ser consumidas na dieta das proteínas

  • Morango, melancia, laranja, banana, damasco e figo.

Tempo de duração desse regime

Como já disse lá em cima, a dieta das proteínas deve ter duração de no máximo 30 dias, e deve ser dividida em 2 quinzenas, e com espaçamento de 3 dias. Você poderá repetir essa dieta, mas deverá deixar um espaço de pelo menos 1 semana para que o corpo possa se recuperar.

Caso tenha algum problema de saúde, é de suma importância buscar um parecer médico antes, para não acontecerem contrariedades.

Para quem pratica atividades físicas, é importante lembrar de que os carboidratos são essenciais.

Então, aposte numa dieta de proteínas, mas faça com garantia de que esta realmente vai dar certo. E para isso basta que você siga corretamente tudo o que aqui foi mencionado. Nunca exagere nas dietas, pois afinal de contas tudo o que requer muito sacrifício não faz bem.

Leia também